domingo, 16 de junho de 2013

O super-ego, prendeu o id, e o ego chorou.


 Quando eu ja não sabia onde encontrar abrigo, a dor teve razão. me flagrei chorando por pessoas que não enxugariam uma lagrima que descia. O que esta acontecendo? Tentei resolver: deixei meu ID solto e mandei o EGO pegar carona com SUPER-EGO pra APA. porem... os dois retornaram. entao o SUPER-EGO tomou frente da felicidade do meu ID, mandou ele de volta, e assumiu o lugar do EGO. que tá quietinho porque nao pode fazer nada. E sabem, tanto meu EGO quanto SUPER-EGO nao sao eu. na verdade eu sou meu ID quase sempre. eu nao deixo o ID no soton preso. o meu EGO raramente é quem manda na casa, e meu SUPER-EGO é terrivel. simplesmente nao combina, nao dá, eu sou rebelde e luto contra ele, mesmo que ele seja o correto. EU SOU ERRADA! EU ERRO. NAO TENHO VERGONHA DE DIZER, EU NAO SOU BURRA, MAS AINDA TENHO MUITO QUE APRENDER. e nao vai ser meu SUPER-EGO quem vai me ensinar!  Ele chegou, trancou de volta e bem trancado meu ID, e foi tao triste que o EGO se recolheu e foi chorar, algo que o SUPER-EGO ABOMINA! o ID brincalhao, alegre, sonhador, palhaço, sempre tirando um sorriso do que faz chorar; foi muito triste ver o SUPER-EGO manda-lo pra onde ele deve estar, e bem trancado evitando nao ter nenhuma brechinha pra ele aparecer e brincar, deixando o EGO cansado de tentar faze-lo parar de falar. MEU EGO CHOROU PELA FORMA COMO MEU ID FOI PRESO. e olha que EGO, é da onde vem a palavra EGOISTA. nao havia lugar pro egoismo mais; o EGO preferiu sentir a falta do ID, de IDEALISTA. toda essa analogia psicologica pra perguntar: por que me faze(m)r chorar? eu sei que sou toda atrapalhada e vivo errando, ja disse. mas voces nao sao capazes de perdoar? esquecer? superar? até mesmo aceitar? Eu juro, nao queria usar essa palavra, que eu tento fazer certo, ser uma pessoa melhor, e uma mulher por quem se apaixone. Mas eu nao posso esquecer do anjo safado, que ontem reapareceu como quando eu nasci e me lembrou: estava drecretado que eu sou predestinado a ser errado assim, no entanto chato querubim, isso nao me importa, porque eu vou até o fim!
NÃO ME CONTARAM QUE UMA PESSOA PODE MACHUCAR TAO PROFUNDAMENTE A OUTRA POR DECEPÇAO. MAS, AH, EU NUNCA DUVIDEI!

quarta-feira, 12 de junho de 2013

por que?

por que ninguem me ouve?
por que ninguem me entende?
por que ninguem age?
por que o problema sou eu?
por que não demostro o que eu sinto?
por que não me faço entender?
por que as pessoas só respondem quando há risos?
por que ignoram quando peço ajuda?
por que desaparecem quando eu chamo?
por que dói?
por que dói em todos os sentidos?
por que ainda insisto em pedir atenção?
por que só aparecem nas horas boas?
por que ninguem me abraça?
por que me enxergam como sexo ou prazer?
por que eu preciso pedir que cuidem de mim?
por que as consequencias de morrer parecem ser menos dolorosas do que viver?
por que as pessoas que mais gosto são as mesmas que somem?
por que é errado pedir ajuda?
por que não pode chorar?
por que eu lido com a dor e a luta para não ficar na solidão completa?
por que eu lido com a dor maior para ficar um pouco mais com a internet?
por que eu espero que assim explicar que preciso de um carinho?
porque eu não suporto mais não receber resposta de quem ignora o que eu escrevo. 
e se eu não existir, não haverá mais tantos defeitos em mim. nem tanto por que...

Parte I


entao eu parei onde ia chorar e voltar. só que não! o Tempo idiota me perdurou um dia inteiro para eu conseguir ganhar esse jogo. ok. empatamos. depois de saber o que é psicanalise e como deve ser o trabalho do psicanalista eu quase peguei uma corda. depois eu vi o preço do curso teorico e pendurei a corda. como canta o samba: to com a corda no pescoço! só falta a TPM puxar a cadeira!
estavamos falando da dor e de sua individualidade. a minha é casada com o Tempo e esses dois juntos me ferram mais que fralda de nenem. num é brinquedo não. porra, essa merda é infinita? porque eu sou o Anderson Silva lutando contra esse casal Tempo e Dor. mas até o Anderson descansa e treina depois de cada luta. e Voces Dois? Tempo sempre querendo ser perfeito e solução pra tudo mas à mim não engana, porque eu tambem sei ser bandida Diva tá? que tal a Dor levar uma gaia Felicidade? e melhor: ter um caso com a Paz e quiçá ser amante da Justiça? melhor que isso só nascendo uma saúde!
qualquer psicologo em algum momento te pergunta: o que te faz feliz?
nossa acho que quase tudo me faz feliz. de verdade. só que sim! quem convive comigo diariamente seja ao vivo ou virtualmente (principalmente o Cafofo) sabem que definitivamente eu consigo fazer uma piada me trollando seja qual for a circunstancia. e ta achando pouco? armaria, mininu eu faço auto-analise e meditação desde 2011 né? entao: eu fico arretada quando eu estou triste. porque simplesmente eu não tenho motivo maior do que qualquer coisa que me deixe feliz. e ficar triste é uma merda coisa chata.
Neste momento, sabado 08/06/2013 as 12:07 eu ia escrever algo mas lembrei que entrei no inferno astral. mais uma justificativa por eu estar dodói. vamo combinar? vou parar de novo e quando eu estiver com menos dor ou com vontade de escrever eu volto. (dinovo)
só pra constar: domingo, dia 09 de junho de 2013 as 11:23 e ainda não quero escrever. estou confusa.
quarta-feira, 12 de junho de 2013 as 13:12. hoje é dia dos namorados e se eu disser que isso nao significa bosta nenhuma, vou esta mentindo descaradamente! mas tambem é motivo para chorar, convenhamos. eu estou sem vontade de escrever. e fico me perguntando: por que estou tão triste? por que choro tanto? por que nao tenho vontade de fazer nada? nem ao menos a minha casa limpei. há 10 dias nao limpo a casa.há dias eu me pergunto: o que esta causando tanta dor? tanto choro? ontem eu me fiz uma pergunta fundamental ao lidar com pacientes que tem risco de suicidio: voce tem medo de morrer? NAO! e voce tem medo de viver? NÃO! essa ultima pergunta é capciosa! quando a pessoa responde nao é risco de auto-extermínio certeiro. é quando pedimos internaçao. o que me levou a me perguntar isso? flagrei meus pensamentos divagando se morrer será pior do que continuar viva. estou tomando todos os medicamentos. não tenho nenhuma vontade de beber. até porque eu bebo quando estou feliz. a tristeza não tem vontade de nada. mas eu me recuso a entregar o jogo. eu acordo, tomo banho, tomo café, tomo minha medicação, tomo chás, eu tento estudar, mas ... eu percebo que é meu limite. não ficar na cama quando acordar. no entanto eu espero ansiosamente o momento de dormir, porque é quando eu posso esquecer da vida. eu tenho que achar o motivo. será que eu preciso que alguem se apaixone por mim e me faça apaixonar? estar apaixonada era algo bom. acho que lembro disso. talvez eu ser constantemente machucada por quem eu ja me apaixonei um dia colabore. uma coisa eu tenho certeza: eu nao suporto o fato de ser aposentada. nao. financeiramente, fisiologicamente, emocionalmente... eu queria tanto trabalhar. eu preciso. eu tenho medo de não... eu preciso. sair de casa, ter ... ter um trabalho. eu acho que talvez isso me devolvesse o que me tiraram. ano passado eu perdi minha avó. e agora eu perdi minha dignidade. pausa para o choro.
deve ser inferno astral porque TPM já se foi. eu sinto dores fisicas, eu sinto abandono pelas pessoas próximas fisicamente. dói demais voce ter amigos ou pessoas que poderiam fazer algo mas..  hoje eu recebi um SMS dizendo: voce que é aposentado do INSS tem crédito papapapa... entao eu lembro: sou aposentada e nao tenho mais o dinheiro que eu tinha para fazer compras ou comprar um presente pra alguem. minha avó me ensinou que não pode ser "pão-dura" com comida. ir no mercado é importante e voce tem que comprar o que quer comer ou precisa. e eu sempre tive ela para fazer compras. depois eu tinha meu cartao alimentação. e agora? sabe, as pessoas nao sao iguais. e o professor só pode ensinar se o aluno quer aprender. talvez seja isso: a necessidade de um trabalho. mas quem vai empregar uma pessoa que não pode ter carteira de trabalho assinada? por que eu sei que tenho amigos que poderiam me arrumar um emprego pra ganhar mil reais e recomeçar a vida agora que eu tenho um objetivo, a meta de realizar um sonho: ser psicanalista! é algo tao proximo. mas desabafando eu falei: tem gente que acha que a grama do vizinho é sempre a mais verde. ja eu, posso olhar pra qualquer vizinho e ainda assim vou ter certeza que tenho um lindo jardim. e assim todos os dias eu agradeço pelo conforto da minha cama antes de dormir e acredito que quando acordar algo bom vai acontecer. mas a musica ja diz: amanha pode acontecer tudo, inclusive nada! eu nao quero que minha irma e meu cunhado se afastem, então eu sei que nao posso demonstrar a dor, o choro, a tristeza. porque eles nao tem nada a ver com isso e podem acabar indo embora. a ultima coisa que desejo é isso.
Tempo, esqueça tudo que eu disse: segura na mão da Dor e vai... não se esqueça Tempo: voce passa, mas eu posso ficar (na vida de outrem).
eu nao abandono a minha fé, no entanto acho que estou pedindo muita coisa. e nao é assim. ok: eu troco tudo por um trabalho. algo que me ocupe. mil reais ja está ótimo. alias, se isso for pedir demais: um salario minimo está mais do que ótimo. eu preciso me levantar. porque eu nunca vi a oportunidade de realizar um sonho tao proximo: estudar e ser psicanalista. não posso deixar isso se afastar, porque aí sim: eu prefiro arriscar a dor das consequencias de morrer do que continuar com a dor de viver.
p.s. quero meu sorriso de volta.

domingo, 9 de junho de 2013

Capitão Gancho - Clarice Falcão


se não fosse pelos sonhos, se não fosse pela dor...não seria eu
musica de Clarice Falcão - Capitão Gancho

sou uma mulher independente, 33 anos e não quero compromisso


Tenho 35 anos e não quero casar e nem ser pressionado


Descobri que meu namorado é casado


Estou ficando com um amigo, mas ele tem namorada


Estudo, estudo, estudo mas não passo


tenho 35 anos mas nao quero casar


Meu ex-namorado só me procura pra sexo


Dei pro cara de primeira e ele não me ligou mais.


quarta-feira, 5 de junho de 2013

Dor, amor e vida


oi. eu tenho tanto pra te falar, mas só em um post não vai caber...
sobre o que eu falo primeiro: o buraco, o casamento ou realização?
de novo em outras palavras: a dor, o amor ou a vida?
dificil. são tres assuntos distintos mas com um final semelhante.
ok vou começar assim: se eu estiver com vontade de chorar... eu choro. até não puder mais.
mas chorar não adianta, nhé! pra voce que é enrustido racional e pessimista.
chorar quando sentir um vazio, saudade, confuso, com dor na alma e perdido ou fraco.
olha, até o Sr Ninguem e as formiguinhas (tá pensando que esqueci?) choram.
chorar alivia. não é solução mas é calmante. depois de chorar voce consegue pensar.
eu choro antes de meditar. as vezes antes de estudar meu livro dos espiritos e o evangelho segundo espiritismo. quando isso acontece eu rezo mesmo, segura na mão de Deus e vai!
a dor (na minha opinião a Dor é parente de 1º com o sacana Tempo) voltando a dor é algo impar. assim como cada um tem sua vida, sua forma de dor tambem é sempre diferente. óbvio que assim como exitem os que cuidam da vida alheia, há os que cuidam da dor dos outros. (tipo eu)
eu diria: a dor é inefável (ah, quem lembra?). e incomensurável! perigosa as vezes.
a Dor e o ridiculo Tempo andam lado a lado (ahan! são parentes mesmo. ou casados?)
Ora todos que acompanham este espetacular blog, sabe que eu e o Tempo estamos sempre competindo, as vezes ele ganha as vezes ele se vinga porque perdeu. (veja as primeiras postagens para entender)
o Tempo é tão pilantra que usa de suas armas pra me derrubar: a TPM. maldita TPM que ele usa com a velocidade e a intensidade que quiser. Mas eu ja sei disso e uso minha arma secreta: o choro.
por falar nele, estou absolutamente angustiada e vou chorar. volto depois.