sexta-feira, 10 de julho de 2009

29



Perdi vinte em vinte e nove amizades
Por conta de uma pedra em minhas mãos

Me embriaguei morrendo vinte e nove vezes

Estou aprendendo a viver sem você
(Já que você não me quer mais)
Passei vinte e nove meses num navio

E vinte e nove dias na prisão

E aos vinte e nove, com o retorno de Saturno

Decidi começar a viver.

Quando você deixou de me amar
Aprendi a perdoar
E a pedir perdão.

(E vinte e nove anjos me saudaram

E tive vinte e nove amigos outra vez)

e assim completo vinte e nove invernos (pois nasci em julho).
acho que essa musica diz tudo sobre meus vinte e nove anos.
próximo ano, ao me tornar balzaquiana, me darei (e lhes darei)
de presente meu livro. Pois mais vinte e nove anos...
e se tornaria uma enciclopedia, rs.
alias, queria agradecer a uma fã, que le meu blog diariamente!
Procurando pelos vestigios do ex-namorado dela, se tornou expert em mim.

NUNCA ME CONTARAM QUE VINTE NOVE ANJOS ME SAUDARIAM, MAS EU NUNCA DUVIDEI DOS MEUS VINTE NOVE AMIGOS OUTRA VEZ!

Um comentário:

Mari (Karol) Galindo disse...

fernanda, parabens pelo seus 29. Desculpe nao ter ido, mas estao aconteendo coisas na minha vida q estao me deprimindo. eu to muito mal. bjo