sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Peço ajuda as placas!


se voce esta alegre, eu invejo voce. se voce tem alguem que goste de voce, se importe com voce, lembre de voce varias vezes durante o dia, se preocupe com voce, e quando voce esta enfrentando algo pesado demais, voce é a prioridade dele, EU TE INVEJO MUITO! 
sabem... eu cansei. eu estou exausta desde o dia que embarquei pra recife. (acho que desde é incorreto, ja vou avisando). entao, a partir da hora que eu entrei no portão de embarque, até este exato momento, eu devo estar sendo procurada pelo IBAMA, porque eu to matando um leão por dia, e quando por fim, eu consigo pegar no sono, eu agradeço e peço por um novo dia! e tenho a esperança que, da mesma forma meu mundo caiu, como diz Maisa, ele pode chegar ao ápice de novo. Tempo, seu canalha, filha da p..., vingativo, rancoroso, voce é uma junção de varios xingamentos do meu amplo vocabulário de palavrões. mas EU JOGO A TOALHA, EU PEÇO PRA SAIR, EU BATO TRES VEZES NO RINGUE, EU LEVANTO A BANDEIRA BRANCA, amor...não posso mais...
se eu nao tivesse fé na minha doutrina, eu nao estaria mais aqui, e seria um numero a menos no IBGE. nossa, eu escrevo, e nao consigo mais. assim: eu voltei pela quarta vez na loja que entrego meu not e confio, podem me perguntar que eu digo, e nesta ultima, encontrei minha tia, e na hora que ela me abraçou e perguntou: tudo bem, Fernandinha? eu desabei todo choro que eu segurava. de verdade. eu chorei muito. eu chorei tanto que meus olhos estão ardendo. nao estou exagerando, dramatizando... não. pra eu chegar neste ponto, onde eu nao consigo ver ou fazer nenhuma piada com a situação, tenham certeza, eu estou mesmo um caco de uma taça vagabunda, quebrado.
olha, eu estou tão fraca e cheia de coisas, pode ler problema no lugar de coisas, que eu não sinto um pingo de vontade de tomar uma Stella Artoes que eu tenho na geladeira ou um chopp bem gelado. nao. eu com todo calor e cansaço...abri um energético. na pequeníssima  esperança de me ajudar a estudar, porque a nação inteira e as formiguinhas (menos a menina do canada) ressaltam diariamente: voce vai passar! vou... vou passar roupa que eu ganho mais do que a bosta do meu salario (é salario porque sou celetista). vai descansar um pouco... se eu parar e me der ao luxo de descansar, vou ter uma crise de choro no travesseiro, além de sentir culpa, óbvio. o que eu sinto, é inefável.
acho que meu superego se aproveitou do momento em que o ego dava uma folguinha pro id, virou o jogo e ainda chamou meu alterego, e agora eu sou um computador humano. só que, assim como meu notbook, eles nao resistem muito tempo, pis meu id é forte demais. ao ponto do ego sucumbir varias vezes e se nao fosse pelo chato do superego eu seria uma doida feliz. agora eu sou uma normal chata, e se acha capaz de carregar as dores e os problemas do mundo e das pessoas que eu conheço, alem das formiguinhas claro. meu ego esta cansado, massacrado por esses dois, mas ainda lutando para que meu id sobreviva originalmente.
putz que dor de cabeça. tudo bem que eu pedi pra Papai do Céu jogar tudo de uma vez, só que nao era pra tanto. me retira as coisas boas, que me fazem rir, e chegou a um ponto  que acredito, eu nunca estive. mesmo depois do fim do meu relacionamento e perder o bebê, eu nao sei se um causou o outro, mas aconteceram de uma vez só, nao necessariamente nesta ordem, e eu demorei anos pra me resgatar.
e olha, nao adianta por culpa ou justificar essa fraquessa, essa dor, todo choro, em cima de ser Boderline ou ter DDA. e muito menos no infeliz mioma, que nao sei o que me aguarda quando fizer a cirurgia. estou tomando corretamente meus remédios, sem abusar ou retirar qualquer um, incluindo o remedio da oncologista. tem coisas que são inerentes, voces entendem? minha forma de amar cada pessoa, seja amar um homem, amar os amigos, amar a familia, amar as formiguinhas, só falta eu me amar, né? minha forma de lidar com as perdas. eu procuro que seja como retirar um remedio de alguem que esta viciado nele. retirando pausadamente para que o paciente nao sofra um crise de abstinência. quando eu tenho essa opção, eu procuro fazer desta forma. aos poucos, me desapegando, ou desistindo da ideia, e chega ao ponto da negaçao total. a pessoa eu nem lembro que existe, a ideia foi substituida e ja estou no processo de realizar outra.
eu nao tenho um ex sequer (ex qualquer tipo de relacionamento) que tenha me procurado algum tempinho depois de me dar um fora. mas tambem nao tem um, unico, que teve uma segunda chance. se a pessoa destroi meu sentimento até o ponto de me fazer olhar pros outros que tentao me conquistar...meu fí, cê dançou bunitu!
eu to com muita, muita, muita responsabilidades indelegaveis e sem nenhuma coisa que me faça ter momentos de felicidade. nenhuma coisinha boba, qualquer. ah, como eu desejo que acontecesse alguma coisa boa no carnaval, ao inves de ficar trancada em casa. e sozinha, detalhe. Santa Clara, onde voce se escondeu? foi pro canada tambem? o que estava sendo meu pilar: a comunhao. nao posso mais ir, até trocar de carro, e isso implica: pagar multas, anunciar, vendeer, transferir comprar outro em seguida, fazer vistoria, transferir... dai minha vó doente, e eu me matando por dentro pra avocar a dor dela.
se pelo menos eu tivesse alguem (to falando de homem, tá?) do meu lado, que fosse tudo aquilo que eu citei no começo... nao tenho. eu só nao posso reclamar dos meus amigos. eu tenho amigos que doariam um rim se eu precisasse, tenho amigos que me atenderiam a qualquer hora da noite ou da madrugada, porque eles sabem que eu durmo cedo. amigos que me tem muito afeto e se preocupam comigo, amigos dos amigos, e retirei da minha lista as amigas que nao tinham outra amiga fora eu, e as minhas amigas que eu apresentasse. nao quero mais essa privatizaçao da minha amizade. se a pessoa só tem uma amiga ou amigo, que é amigo de verdade. que é a companheira pra tudo, nam... quero nao. eu tenho tantos amigos, muito mais do que eu mereço. e nem posso classificar: melhor amigo/amiga, porque é dificil voce colocar na balança uma amizade de 25 anos e na outra uma amizade que esta próxima a voce. acesso a qualquer hora! outros, estao longe. mas preservados e priorizados.
por incrivel que pareça, eu to cansada de ouvir: mas quem nao gosta de voce? voce é querida em todos os lugares! é impossivel nao gostar de voce! nem... eu nao sou tudo isso nao, minha gente. Voce tem um coraçao bom, voce sempre se sacrifica pelos outros, voce é carinhosa e inteligente. ta, ta, ta... entao cada amigo me dá um real pra ou eu passar o carnaval em recife, ou arrumam um homemque goste de mim e me leve, seilá, pra caldas novas! -Ah, seu humor é incrivel. nossa, sua risada dá vontade de rir tambem. voce tem um riso tao lindo, que ilumina. voce sempre tem resposta pra tudo! MEU POVO, DESSE JEITO EU VOU ME CANDIDATAR NAS PRÓXIMAS ELEIÇÕES! eu, simplesmente e genuinamente, sou eu. verdadeira, mas prefiro ser condenada pela sociedade e sua moral, do que ser hipócrita. 
caraca eu to tao destruida que nem vontade de cantar pra voces, eu tenho. nao é vontade, é... ser verdadeira. eu sou muito verdadeira. claro que exite uma ampla plateia lotada e com gente sentando no chão ou em pé, que me detestam ou preferiam que eu nao existisse. pra essas pessoas, eu destino a opção numero um, da imagem inicial. para ter paciencia com essas pessoas ou elimina-las, eu escolho a numero tres. a segunda infelizmente nao tenho opções pra qualquer uma das duas possibilidades que podem ser uma boa, ou seria muito masoquismo. cansei de escrever tambem. o que vou fazer? nao sei. mas com certeza, rezar é uma otima escolha. alias, nunca duvidei!

2 comentários:

caixoteiro disse...

Nanda, vamos pro TST?

Vivian Fernanda ou Fefeia disse...

vamos. fazer o que lá? rs. sério, nao entendi o contexto. vamos quer dizer estudar pra um concurso que nao deu sinal de vida, rs. vamos quer dizer que vao pedir minha cessão pra caixa, me requisitando pro TST. ou vamos no sentido de entrar na justiça? se for essa ultima opção, obrigada por se preocupar, mas nao tem dinheiro no mundo que pague o que a caixa fez. e eu nao tenho saude pra isso. mas vamos, ué! rs