sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Dessa vez me contaram sim!

domingo, 20 de abril de 2008




Tem uma coisa que nunca tinham contado pra mim (eu nem sei se duvidava). Mas entre muitas descobertas que se faz quando frequentamos uma terapia, e temos um bom psicologo, esses "magicos conselheiros e interpretadores de cada paciente" nos mostram verdades, que estavam escritas em linhas tortas. e muito na nossa cara, talvez por isso nao enxergamos.(nem sonhava em ser psicologa nesse tempo)

Então eu escutei no fim de uma sessão meu psicologo dizer: -VOCE É UMA PESSOA QUE TEM MUITOS VALORES, NÉ FERNANDA? VOCE TEM VALORES MUITO FORTES. ISSO É RARO.

bem, eu nunca pensei nos meus valores e se eles valiam alguma coisa. Na verdade, desde criança, acho que a coisa que mais escutei na vida foi justamente o oposto disso. Então parei pra pensar: eu tenho meus valores. Eu tenho. E são bem fortes sim, talvez por isso o gênio dificil e a cabeça dura que me estigmatizam por todo sempre.

Já tinha ouvido minha psiquiatra, Dra Jacqueline. Ela uma vez passou seus 50 minutos de consulta me explicando que eu tenho uma fidelidade canina. Sou muito fiel aos que amo, e não permito-me falhar ou que falhem comigo. Eu espero sempre dos outros que sejam tão fiéis como eu sou. E não são. Isso era tão forte que se tornou um defeito na minha personalidade.

Meus amigos de faculdade me vêem como um exemplo de vida. Uma pessoa que luta demais para viver dia após dia, e sorrir, e reclamar por todos para que nossa turma seja a melhor, e brigar com tutores, e ser tosca, e escrever divinamente a cada resposta pedida.

Minhas amigas de recife, amigos de infancia, também falavam pra mim o tempo todo, o quanto eu sou especial. Era sempre a mais disposta, a mais fiel, a mais carinhosa, a mais sincera.

Não posso esquecer que o unico homem que eu amei (IGNORA, FOI NA EPOCA), dizia sempre: voce é a mulher mais admiravel do mundo. inteligente, linda, simpatica e bem humorada. voce é uma mulher que eu admiro demais. Bem hoje eu já não o amo mais, porém sua sinceridade brusca, e franqueza que varias vezes me machucava, me fizeram ver uma Fernanda, que é a melhor companheira, amiga, namorada e esposa que podia ter. (valeu, difunto! dia 2 de novembro acendo uma vela pra tu)

Hoje já nao sou tão bela, ja não sou tão simpatica e talvez meu humor tenha sido refinado. Mas continuo tentando ser cada dia mais inteligente. e honesta, como minhas amigas que conviveram 10,15,20 anos, comigo e totalmente com as que acabo de conhecer.

Nasci pra ter uma familia. pra cuidar de uma familia. Do meu marido e dos meus filhos, e dos sobrinhos e amigos de meus filhos. Eu nasci com um pensamento de que o homem, ao ser meu companheiro, merece de mim o melhor. não brigas, ciumes, ou intransigência. O meu companheiro tem que ter vida própria para poder me acrescentar algo. Um casal deve ser sempre uma soma, nunca uma divisão.
Porque eu tenho vida propria. Eu vou toda quarta de noite na comunhao pra reuniao de mediuns. entao, ele tambem poderia ter um dia de noite pra jogar com os amigos, por exemplo. Eu tenho uma vez por mes, um compromisso com nossa equipe de voluntarios. Claro que eu ia amar se ele fosse, e compartilhasse comigo e brincasse com as crianças. mas se ele nao quer ir, problema dele, só nao ache ruim só ter homens solteiros, e um noivo, que sempre vai com a noiva. Eu  vou sempre passar o natal em recife na minha casa. e ano novo, passamos onde ele quiser. mas se vier com essa de: vai sozinha... vou e volto solteira. porra, é meu companheiro ou nao é? relacionamentos, exigem sacrificios, que nao sao sacrificios quando a gente ama. a gente apenas, cede!
Quero um namorado, que tenha objetivos, que me ajude a alcançar os meus, que chegue ao auge da sua capacidade profissional, que tenha amigos, jogue futebol, toque numa banda, e viva tudo intensamente. Que não se separe da sua familia, mas que me faça ser parte dela. Que me conte coisas novas, e me faça rir. e não se importe pela minha molecagem. Que não me trate como uma doente. Mas que cuide de mim. E que beba comigo( hoje em dia nao precisa nao, por causa da lei seca. eu bebo, ele nao precisa beber nã..), e dance comigo e corra comigo, e jogue mimica comigo (e por favor, nao me faça passar vergonha jogando dominó, que eu fui bi-campea no torneio da UFPE no bar da kely. mas reprovada em tres materias...)
E que seja meu, dentro da minha casa e quando estiver comigo. Se me trair, faça bem feito. Eu nao quero saber. Eu nao quero imaginar. Eu nao vou chegar ao ponto de desconfiar...se isso acontecer, pra mim, é liquido e certo, e nem que André Luis apareça em espirito e luz, na reuniao dizendo que nao traiu, e finjo que nao ouvi! Pelo simples motivo que eu acho nao merecer isso. Merecer ser traida. Hoje em dia (nao em 2008 quando escrevi isto), eu hoje, nao sei qual seria minha reaçao, porque eu tenho certeza que se estiver com outras, é em mim que pensa, e no fim, é comigo que pode contar. (porque eu sou uma coraçao de gelatina, se fosse outra manda pegar a van).

É... isso nunca me contaram, quer dizer, contaram, mas EU SEMPRE DUVIDEI!

2 comentários:

Bernardo Pitel disse...

Quero ser tudo isso que voce esta pedindo , mais um pouco . Muito bom conversar com voce , voce e' perfeita , e sorte daquele que conseguir levar seu coracao , farei de tudo para conseguir. Bjs , Be

Vivian Fernanda ou Fefeia disse...

sabe quando algo é tao dentro do que a gente imagina, que nao acredita? rs. é pq eu acho que faz muitos anos que eu nao me sinto feliz...mas eu fiquei ontem!