sábado, 18 de outubro de 2008

18 DE OUTUBRO: DIA DO MÉDICO


“18 de outubro foi escolhido o dia do médico em homenagem a São Lucas, padroeiro da medicina. São Lucas exercia a profissão de médico e também tinha vocação para a pintura. Escreveu o terceiro evangelho e o "Ato dos Apóstolos" da Bíblia Sagrada. Acredita-se que veio de família abastada pelo seu estilo literário. Nasceu na Turquia no século I, quando ainda se chamava Antioquia. Discípulo de São Paulo, o seguiu em missão, sendo chamado por ele de colaborador e médico amado”.

Hipócrates -Hipócrates (460 a.C.), considerado pai da medicina, era filho e neto de médicos, aprendeu medicina com os mesmos, na então famosa Escola de Cós. Substituiu os deuses pela observação clínica de seus pacientes. Foi idealizador de um modelo ético e humanista da prática médica. Criou métodos de diagnóstico, baseado na inquirição (filosofia) e raciocínio (lógica).

As descrições de Hipócrates costumavam ser precisas e objetivas. Escreveu diversas obras (a ele atribuiu-se 72 textos e 42 histórias clínicas). As obras éticas e o juramento do médico, usado até os dias de hoje, fazem parte do chamado Corpo Hipocrático (Corpus Hippocraticum). Dentre suas obras mais famosas, destacam-se: Sobre as Epidemias (descreve doenças como pneumonia, tuberculose e malária); Sobre Ares, Águas e Lugares (tratado sobre saúde pública e geografia médica); Sobre a Dieta (alerta para a importância de uma dieta equilibrada e saudável).

Aforismos de Hipócrates - Hipócrates descreve sua experiência cotidiana por meio de 400 provérbios, como “A vida é tão curta, a arte demora tanto a aprender, a oportunidade vai logo embora, a experiência engana e o julgamento é difícil” e “A doença extrema requer curas extremas”.

Também os médicos eram aprendizes de Asclépio e a sua inspiração vinha deste deus. Aliás, o seu símbolo, uma serpente a trepar por um bastão, ainda hoje existe na nossa sociedade, se bem que disfarçado, como se pode ver, por exemplo, no símbolo da Emergência Médica e da Faculdade de Medicina de Lisboa. Infelizmente, para a maioria das pessoas o símbolo da medicina é o caduceu, uma adoção infeliz pela parecença do bastão de Hermes com o de Asclépio.


Juramento de Hipócrates
"Eu juro, por Apolo, médico, por Esculápio, Hígia e Panacea, e tomo por testemunhas todos os deuses e todas as deusas, cumprir, segundo meu poder e minha razão, a promessa que se segue: estimar, tanto quanto a meus pais, aquele que me ensinou esta arte; fazer vida comum e, se necessário for, com ele partilhar meus bens; ter seus filhos por meus próprios irmãos; ensinar-lhes esta arte, se eles tiverem necessidade de aprendê-la, sem remuneração e nem compromisso escrito; fazer participar dos preceitos, das lições e de todo o resto do ensino, meus filhos, os de meu mestre e os discípulos inscritos segundo os regulamentos da profissão, porém, só a estes.

Aplicarei os regimes para o bem do doente segundo o meu poder e entendimento, nunca para causar dano ou mal a alguém. A ninguém darei por comprazer, nem remédio mortal nem um conselho que induza a perda. Do mesmo modo não darei a nenhuma mulher uma substância abortiva.

Conservarei imaculada minha vida e minha arte.

Não praticarei a talha, mesmo sobre um calculoso confirmado; deixarei essa operação aos práticos que disso cuidam.

Em toda a casa, aí entrarei para o bem dos doentes, mantendo-me longe de todo o dano voluntário e de toda a sedução sobretudo longe dos prazeres do amor, com as mulheres ou com os homens livres ou escravizados.

Àquilo que no exercício ou fora do exercício da profissão e no convívio da sociedade, eu tiver visto ou ouvido, que não seja preciso divulgar, eu conservarei inteiramente secreto.

Se eu cumprir este juramento com fidelidade, que me seja dado gozar felizmente da vida e da minha profissão, honrado para sempre entre os homens; se eu dele me afastar ou infringir, o contrário aconteça".

"Curar quando possível, aliviar quase sempre, consolar sempre." Hipócrates
MEU DEPOIMENTO: EXISTE UM HOMEM, DO QUAL EU GOSTO MUITO, QUE HOJE É UM GRANDE AMIGO E NO PASSADO TIVEMOS UMA RELAÇÃO ALÉM, DA AMIZADE. ESTE HOMEM ADMIRÁVEL, É MUITO CATÓLICO. E FOI O PRIMEIRO MÉDICO CATÓLICO QUE EU CONHECI. EU, MUITO CÉTICA, ESPÍRITA, JA HAVIA ME ENVOLVIDO COM ALGUNS MÉDICOS, SABIA BEM QUE NESTA PROFISSÃO, O CATOLICISMO NÃO ERA COMUM. MAS ESTE HOMEM, CHEGOU MESMO A PENSAR EM SER PADRE, ACREDITEM. UMA NOITE, DEITA SOBRE SEU OMBRO, SEGUREI SUA CRUZ DE HENRI E PERGUNTEI IRONICAMENTE: (ELE ERA CIRURGIÃO) VOCÊ QUANDO VAI OPERAR REZA PRA QUE DEUS SALVE SEUS PACIENTES? ELE SE VIROU, SEGUROU MINHA MÃO COM A CRUZ, E RESPONDEU CALMAMENTE OLHANDO EM MEUS OLHOS: NÃO. EU ANTES DE ENTRAR NUMA SALA DE CIRURGIA PEÇO A DEUS QUE FAÇA DE MINHAS MÃOS INSTRUMENTO DE SUA VONTADE, E ASSIM QUE EU POSSA FAZER O MELHOR. EU NUNCA, NUNCA, NUNCA ESQUECI ISSO. ACHO QUE JA SE PASSARAM QUASE 5 ANOS DEPOIS DESSA NOITE... UM DIA MARCAMOS DE NOS VER, ALGUNS ANOS E NAMOROS DEPOIS, E QUANDO O ENCONTREI, LINDO E PARECENDO UM VERDADEIRO ANJO COM CABELOS ENCARACOLADOS E OLHOS AZUIS, ESTAVA COM UMA CAMISA DE BOTAO QUE DEIXAVA SEU PEITO UM POUCO A VISTA. MINHA PRIMEIRA REAÇÃO, CHAMOU ATE ATENÇAO DE QUEM ESTAVA EM VOLTA, MAS FI ENFIAR A MÃO POR BAIXO DE SUA CAMISA. ELE ME OLHOU ESTUPEFADO. SEM ENTENDER. COMO SE DISSESSE: CALMA, DEIXA PRA MAIS TARDE... EU SÓ QUERIA TER CERTEZA DE QUE ELA ESTAVA LÁ. E ESTAVA... QUANDO EU A SEGUREI, ELE ENTEDEU, ME DEU UM SORRISO E DISSE PERTO DO MEU OUVIDO: - VIVI, POUCAS PESSOAS ME CONHECEM COMO VOCE.



piadinha:
Advogado x Médico

Um advogado, andando pela rua, viu uma placa que dizia:

'Clínica Médica: tratamos qualquer doença; resultado garantido
ou seu dinheiro de volta em DOBRO.
E pensou: 'Esses caras tão se achando espertos, vou enganá-los

e ainda tirar uma grana'.

Entrou na clínica, pagou a consulta e o médico o recebeu sorridente:
- Pois não, o que o traz até aqui?
- Doutor, estou aqui com um grande problema, perdi meu paladar, não
consigo sentir mais o gosto de nada; água, café, feijão, arroz, tem
tudo a mesma falta de gosto.
E o médico:
- Ah, pois não. Enfermeira, por favor o pote número 13.
E veio o pote cheio de merda; o médico encheu uma colher e enfiou na boca do advogado.
- O que é isso? O senhor me deu merda?!! Ta doido?
E o médico imediatamente:
- Pronto, recuperou seu paladar, está curado!
O advogado saiu puto da vida pensado: 'Desgraçado, me pegou dessa vez; mas agora tenho que recuperar minha grana. Dessa

vez vou meter uma infalível.'

Uns dias depois entrou na clínica, pagou novamente a consulta e....
- Ora, ora, o senhor aqui de novo?!
E o advogado:
- Como assim, de novo? Quem é o senhor, quem sou eu? Perdi minha memória. O que estou fazendo aqui?
O médico sem pestanejar:
- Ah, pois não, enfermeira, o pote número 13.
- O pote 13 de novo não, pô!
- Maravilha, recuperou a memória, está curado!
E o advogado, puto da vida... Nos pensamentos: 'Mas que filho-da-puta! Levou meu dinheiro de novo. Não é possível! Dessa

vez não vou dar chance...'

Uma semana depois lá estava o advogado novamente e...
- Mas vejam só, o senhor novamente!!! Em que posso ajudá-lo dessa vez?
- Pois é doutor, estou acabado dessa vez, perdi o tesão!

Não tenho mais vontade de comer ninguém. Vejo a Luise Alhtenhofen, a Flávia Alessandra, a Mulher Melancia e nada...
não tenho mais vontade nenhuma...
O médico pensou um pouco e solicitou:
- Enfermeira, o pote número...
- Se vier com essa porra de pote número 13 mais uma vez vou foder com o senhor, vou foder com essa sua enfermeira filha-da-puta... vou foder com todo mundo!..
- Pronto, já recuperou seu tesão!!! Novamente estás curado!


SEMPRE, SEMPRE, SEMPRE ME FALARAM QUE EU NASCI PRA MEDICINA, E EU NUNCA DUVIDEI. POR ISSO A FOTO DO MEU MÉDICO FAVORITO: HOUSE!

Um comentário:

Mari Galindo disse...

hauhauau...minha feeeeeeeelha vc agora é aminha informante das comemoraçoes..hauhauhau